Arquivo do autor:João Paulo Mileski

Sobre João Paulo Mileski

Repórter esportivo do Jornal Gazeta, de Bento Gonçalves (www.gazeta-rs.com.br). E-mail: jpmileski@yahoo.com.br.

Amistoso cancelado

A assessoria de imprensa do Clube Esportivo comunicou agora a pouco que o amistoso contra o Aimoré, domingo, na Montanha dos Vinhedos, foi cancelado em razão do mau tempo.
Dessa forma, o alviazul volta a campo apenas no dia 07 de agosto, contra o Passo Fundo, no Estádio Vermelhão da Serra, pela primeira rodada da Copa RS. O reencontro com o torcedor ocorre no dia 10 de agosto, às 20h, contra o Nova Prata, na Montanha dos Vinhedos.

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Blog da Corneta

Último teste

O Esportivo encerra no próximo domingo, às 15h30min, contra o Aimoré, na Montanha dos Vinhedos, sua série de jogos preparativos à Copa RS.
Será o quinto teste da intertemporada. Nos quatro primeiros, o alviazul somou duas derrotas (Juventude B e São José-Poa), uma vitória (Novo Hamburgo) e um empate (Pelotas).
Como todos os amistosos aconteceram longe de Bento Gonçalves, domingo o torcedor terá a primeira oportunidade para observar a nova postura do time sob o comando do técnico Nestor Simionatto, além de conferir de perto o desempenho do atacante Luciano Marreta, único jogador contratado até aqui para a Copinha, e que veio para ocupar a vaga deixada por Rodrigo Zeferino.
A entrada para o amistoso será um quilo de alimento não perecível.

Deixe um comentário

Arquivado em Blog da Corneta

Confiança abalou

O teórico favoritismo, na prática, caiu por terra. Ontem, o Garibaldi jogou uma ducha de água fria no êxtase que vivia o torcedor alviazul desde a estreia empolgante na Segundona. Se a goleada construída diante do Guarany de Camaquã escondeu alguns problemas capitais, a goleada sofrida os deixou a mostra.

Falta segurança à zaga alviazul. Na primeira vez em que foi exigida, revelou suas deficiências. Além disso, o time carece de um volante de marcação. A saída de Salini abriu uma avenida aos adversários no meio de campo. Já havia sido assim nos primeiros 45 minutos do confronto diante do Guarany.

Se nos últimos dias o Esportivo parecia viver uma nova fase, ontem renasceu o alviazul dos últimos anos.

João Paulo Mileski

18 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Cuidado com o 10

Julinho é a referência do Guarany de Garibaldi

O técnico Paulo Henrique Marques assistiu ao confronto entre Garibaldi e Sapucaiense, pela primeira rodada da Segundona, e deve ter visto o que Tiago Nunes, técnico do Sapucaiense, não viu: o 10 do Garibaldi.

Julinho, campeão da Copa RS com o Esportivo e que chegou a disputar a Copa do Brasil em 2005, jogou solto.

É o jogador que se sobressai no elenco do Garibaldi.

Se marcar o seu ex-jogador, o mais habilidoso do time, o Esportivo anula o pequeno Guarany.

A partir daí, o ataque alviazul tem tudo para prevalecer diante de uma defesa insegura, que suou para acompanhar o veterano e lento Anderson Catatau, autor do gol da vitória do Sapucaiense.

Mesmo fora de casa, o Esportivo é favorito no clássico regional. Amplo favorito.

João Paulo Mileski

3 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Os bons tempos voltaram?

Há quanto tempo você não bradava o grito de gol três vezes numa só noite em um jogo do Esportivo? Se você não lembra, saiba que faz tempo.

A última vez que o alviazul havia vencido um jogo de competição por três ou mais gols de diferença ocorreu no longínquo 21 de outubro de 2006, diante do Brasil de Pelotas, pela primeira fase da Copa RS.

De lá para cá, o time goleou pouco, jogou pouco, e perdeu sua cadeira quase cativa na primeira divisão.

Assistir da arquibancada o Esportivo golear, abrir o jornal e vê-lo na ponta da tabela, é quase uma sensação nova para o torcedor alviazul.

É como se os bons tempos estivessem voltando.

João Paulo Mileski

6 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Avante, alviazul!

O Esportivo vive um momento único na sua história. Orgulha-se de ser um clube sem dívidas, gerenciado por um grupo profissional e com estrutura de clube de ponta. Porém, a maior de todas as crateras deixada como “presente de grego” pelas gestões anteriores, ainda não foi fechada. O recapeamento vai começar amanhã, na Montanha dos Vinhedos, onde o clube dará seu primeiro passo na longa caminhada que terá pela frente até recuperar a vaga na elite do futebol gaúcho.

Para obter êxito nessa missão, no entanto, terá que superar os oponentes e o próprio peso do favoritismo. Depois de dez anos consecutivos na primeira divisão, o Esportivo será um dos clubes mais visados do certame. O próprio técnico do alviazul, Paulo Henrique Marques, coloca sua equipe entre as seis mais qualificadas do torneio. Isso, entretanto, significa pouco, quase nada. A Segundona é um campeonato atípico, traiçoeiro. No ano passado, o Brasil de Pelotas era considerado a principal força da competição. Mas começou perdendo e não conseguiu levantar-se a tempo de seguir brigando pelo sonhado retorno à primeira divisão. O time acabou eliminado na primeira fase. Se o regulamento da Segundona 2010 fosse o mesmo desse ano, o Brasil estaria, acredite, na terceira divisão.

Outro Brasil, o de Farroupilha, também viveu situação semelhante, porém com uma angustia que durou mais tempo. O time fez campanha excepcional até o quadrangular final, quando surpreendentemente caiu diante dos modestos Cruzeiro de Porto Alegre e Lajeadense.

Portanto, além de passar por equipes que tradicionalmente formam elencos competitivos, como é o caso do Brasil de Farroupilha e o de Pelotas, o Esportivo ainda precisará se desvencilhar dos modestos, que pelas peculiaridades tão conhecidas da Segundona, não raramente transformam-se em resistentes barreiras.

O Guarany de Camaquã, amanhã, na Montanha dos Vinhedos, é a primeira de uma final de Copa do Mundo que o Esportivo passará a enfrentar toda semana.

João Paulo Mileski

5 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Novo fracasso da imprensa

A tese de que todo jornalista esportivo é um atleta frustrado parece mesmo ter algum sentido. Pelo menos na imprensa esportiva de Bento Gonçalves.

Ontem, o Departamento de Marketing do Clube Esportivo lançou a campanha “Fanático Alviazul”, que visa, num primeiro momento, atrair cinco mil pessoas ao jogo de estreia do Esportivo em casa na Segundona, diante do Garibaldi, no dia 02 de março.

Para marcar o lançamento da campanha, os jornalistas locais foram convidados para um jogo festivo contra onze torcedores selecionados pela própria imprensa. Mesmo contra um time desentrosado e fora de forma, os jornalistas protagonizaram mais uma derrota constrangedora. Dessa vez, por 6 a 3. Os gols da imprensa foram marcados por Dedé (Rádio Difusora), Marujo (Rádio Bento) e Gustavo Bottega (Jornal Semanário).

Jogo festivo marcou o lançamento da campanha “Fanático Alviazul”

Luciano Dornelles comemora o segundo gol do time da torcida diante da imprensa

Luciano Dornelles comemora o segundo gol do time da torcida diante da imprensa

Time da imprensa

Time da torcida

Carlos Renato de Paula foi o torcedor contemplado pelo Blog da Corneta

5 Comentários

Arquivado em Sem categoria